Header Image - INFORMATIVOS SOBRE NEGÓCIOS

Tag Archives

41 Articles

E-Commerce e Marketing: Conheça as Diferenças

E-Commerce e Marketing: Conheça as Diferenças
Dicas para um negócio eletrônico bem estruturado

Já não é segredo para ninguém a importância que a esfera digital e e-commerce se tornou hoje. Quando se trata de vendas, publicidade e marketing em geral, essa importância aumenta ainda mais. No entanto, é claro que existem grandes diferenças entre os conceitos, plataformas e soluções disponíveis no mercado.

Aplicação de serviços de marketing para sua loja online

Aplicação de serviços de marketing para sua loja online
loja online

As compras em loja online estão ganhando cada vez mais espaço no mercado, principalmente devido ao impacto das mudanças digitais nos hábitos de consumo das pessoas. Em uma situação tão competitiva, o marketing de serviço de alta visibilidade é a chave para a diferenciação. Isso cumpre o requisito de enfatizar o valor do serviço e conquistar o consumidor.

Estratégias voltadas para o alcance de resultados cada vez melhores são constantemente implementadas nas empresas, e a diversidade de recursos é óbvia e não diferente quando se trata dessa forma de marketing. Para melhor entendimento, uma produtora de eventos é utilizada como exemplo ao longo do texto, além de conceitos e táticas.

Desta forma, é possível analisar o impacto dos serviços de marketing na contratação de serviços desta empresa, por exemplo, empresa que prestam serviços como, levantamento planialtimétrico preço em espaço para eventos, decoração, montagem de estruturas, etc.

 

Pontos Chave do Marketing de Serviços

Considerando os 7’Ps que serão apresentados em breve, o Marketing de Serviços é uma forma abrangente de promover negócios. Não existe um padrão a seguir na hora de implementar isso, pois todo negócio, seja uma loja online ou não, tem suas próprias especificações. No entanto, os pontos mais visíveis são os seguintes:

 

1) Priorizando as pessoas

Além do marketing de serviços, é importante que o consumidor esteja na vanguarda de cada etapa da tática. Para isso, é possível direcionar o investimento em atendimento de alta qualidade.

Por exemplo, se um cliente procura por um,  organizador de chaves e encontra uma empresa que não cumpre estes requisitos, naturalmente irá preferir empresas com uma abordagem diferente.

 

2) Uso estratégico de conteúdo

Como os clientes têm mais opções, especialmente em termos da quantidade de informações que podem encontrar, pode ser fundamental adotar estratégias que possam atrair e engajar os usuários certos.

A produção de conteúdo é uma tática que pode ajudar, neste caso, a criar um material que realmente envolva o espectador. Por exemplo, uma marca pode ter um blog vinculado ao site oficial, onde você pode se familiarizar com temas como o uso de embalagem para sushi em eventos, a organização do departamento e outras possibilidades. Dessa forma, consegue-se maior autoridade e, assim, um potencial consumidor tem mais chances de procurar essa empresa para produção de eventos.

 

3) Diferença

O objetivo desta forma de marketing é enfatizar especificamente a marca. Portanto, encontrar um separador claro é importante. Saber disso afeta não apenas os clientes, mas também os investidores. Se o diferencial da empresa não estiver claro, o mercado deve ser analisado, principalmente em relação à concorrência. No caso do e-commerce, o diferencial muitas vezes está relacionado ao atendimento, agilidade e estrutura da plataforma, credibilidade transmitida pela marca e política de pós-venda.

4) Metas

Como em todas as estratégias, é necessário estabelecer metas claras para desenvolver cada fase em uma direção mais apropriada. Mas não basta apenas definir, é preciso definir prazos e priorizar uma comunicação clara. Objetivos claros e devidamente comunicados podem evitar grandes armadilhas, como falta de urgência, colapso da equipe e marketing de serviço confuso.

 

5) Plano de ação

O plano de ação inclui os 7 Ps do marketing de serviço, que são discutidos a seguir. Em seu desenvolvimento, deve-se buscar formas de atingir os objetivos com uma abordagem adequada para cada área. Além das pontuações informadas, é muito importante que os resultados sejam sempre acompanhados. Caso contrário, a estratégia de marketing do serviço pode conter erros e causar sérios prejuízos.

 

Os 7 Ps do marketing de serviços

O Marketing utiliza os 4Ps como base das táticas de marketing: Produto, preço, praça e promoção. A grande diferença com o marketing de serviços é que ele possui elementos adicionais. Porém, para entender com mais clareza esse tipo de estratégia, é interessante discutir os conceitos.

Primeiro, para os 4Ps, Produto é importante para os profissionais entenderem e definirem aspectos do que a empresa oferece, como conectores para baterias. Há também informações sobre os serviços que podem ser associados ao produto. Vale ressaltar que toda empresa oferece um resultado que deve ser valioso para o consumidor.

Existem alguns fatores subjetivos no preço, mas geralmente os preços são necessários, e para isso deve-se considerar, por exemplo, margem de lucro, custos de produção ou a execução de um serviço, por exemplo, a criação de departamentos.

Square refere-se à localização da empresa e por se tratar de uma loja online, vale a pena observar como o produto é oferecido na plataforma. Além disso, questões logísticas como armazenamento e transporte devem ser esclarecidas.

Basicamente, a publicidade corresponde à comunicação entre o cliente e a marca. A plataforma possui diversos meios de divulgação de chapas xadrez como banners e links patrocinados. No entanto, a forma de comunicação como ponto de partida para a promoção da empresa deve ser analisada com muito cuidado.

Os Ps adicionados representam: Processos, Pessoas e Tangibilidade. Os processos correspondem à otimização dos serviços. Os processos internos são, portanto, projetados para atender ou até superar as expectativas do consumidor. Anteriormente discutimos a avaliação do cliente, mas no caso do P, que se refere a Pessoas, estamos tratando de profissionais responsáveis ​​por processos. Porém, uma equipe competente pode produzir resultados surpreendentes.

Rastreabilidade é a identificação e evidência física do meio de entrega do serviço. Em uma loja online, inicialmente pode parecer um fator difícil de trabalhar, mas uma solução é sinalizar que o cliente está fazendo uma escolha segura na hora de escolher uma marca, como perfil de atendimento e plataformas integradas.

 

Dicas para melhorar o marketing de serviços

Como dito, é importante estar atento a diversos aspectos para um planejamento eficaz de qualquer estratégia. No entanto, algumas dicas podem ser seguidas para melhorar o rendimento e desempenho do 7P, como por exemplo, atentar-se para os seguintes fatores:

  • Concorrência;
  • Considerações de marketing;
  • Tendências;
  • Educação;
  • Implementação.

A análise da eficácia da concorrência na comercialização de serviços deve ser feita de forma estratégica, ou seja, para obter informação. O ponto de observação não é copiar ou caluniar, mas extrair informações que produzam valor agregado, como destaques, oportunidades e fragilidades.

Marketing é um campo muito amplo e, com essa perspectiva, é interessante perceber que diferentes táticas podem ser utilizadas para alcançar melhores resultados. Portanto, é necessário garantir que recursos suficientes sejam usados ​​para suplementos nutricionais.

Vários exemplos podem ser dados, como marketing de permissão e marketing interno. O primeiro é usado para uma comunicação mais próxima com os clientes para obter consentimento. Dessa forma, o espaço do consumidor é mais valorizado, pois ele pode escolher onde quer interagir com a empresa. Na prática, é possível imaginar um potencial cliente que queiraum transformador e precise acessar o site de uma fábrica de transformador. Ao acessar a página da empresa, o usuário se depara com a opção de receber e-mails com novidades ou um e-book com dicas de eventos. Esta é uma forma de gerar interesse e obter permissão.

Já o endomarketing corresponde às táticas de endomarketing ideais para engajar os funcionários da empresa. Para isso, existe a oportunidade de investir no treinamento dos funcionários, aumentar a comunicação e as formas de bônus. Nessa situação, a empresa poderia investir, entre outras coisas, em curativo algodonado, palestras de desenvolvimento profissional e pessoal, assessoria para otimizar o desempenho do setor de loja online.

Os pontos acima se concentram principalmente nas práticas que os profissionais podem adotar para obter mais conhecimento e, assim, melhorar a implementação do marketing de serviços. No caso abordado no texto, a empresa pôde observar a popularidade do bico aspersor para irrigação, os requisitos mais importantes e as oportunidades do mercado.

Não é apenas importante preparar os materiais relevantes, mas também procurá-los. Afinal, é uma forma de analisar tendências. Como o mercado em geral e o próprio marketing provocam mudanças constantes, é interessante que além da atualização da conscientização, também sejam realizados os treinamentos necessários.

Devem ser executados os planos elaborados com base no que foi recuperado e melhorado naturalmente. Dessa forma, as decisões podem ser tomadas com base em dados sólidos, e a prática é fundamental para alcançar resultados cada vez mais satisfatórios.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Usar SEO pode ser essencial para atividades de inbound

by redator 0 Comments
Usar SEO pode ser essencial para atividades de inbound

Devido às mudanças tecnológicas, estratégias digitais como técnicas de SEO (Search Engine Optimization) estão cada vez mais focadas em ganhar visibilidade no mercado e conquistar clientes. Com as táticas utilizadas, é possível otimizar as plataformas para melhor visibilidade.

O melhor desse cenário é que a tática pode ser usada para complementar outras, como o inbound marketing que é baseado em SEO, marketing de conteúdo e redes sociais.

Posteriormente, é possível controlar de forma abrangente o efeito do SEO para obter resultados cada vez mais satisfatórios, tomando como exemplo uma empresa que fabrica caixas e decide investir em inbound marketing para aumentar as vendas de seus produtos, como uma caixas de papelão para doces e salgados personalizada. e uma caixa de papelão.

Grandes Características do Inbound Marketing

Antes de entender o impacto das técnicas de SEO nesse cenário, é importante abordar os pontos básicos do inbound marketing. É uma estratégia para produzir material valioso para o público-alvo de uma marca para atraí-los.

No futuro, existe a probabilidade de um contato mais próximo com clientes em potencial que são influenciados pelo conteúdo. Com os recursos certos, cria-se um relacionamento duradouro com grandes oportunidades de vendas.

Comunicação aberta e frequente são duas grandes qualidades de uma função de entrada, porque a comunicação é estratégica, ou seja, conteúdo valioso para potenciais consumidores e apresentado no momento mais conveniente.

Impulsionar a demanda para movimentar caixas funerárias por meio do desenvolvimento de conteúdo e táticas apropriadas pode resultar não apenas em vendas, mas também em fidelização.

Esses aspectos são cruciais quando se considera a influência cada vez mais clara dos consumidores em relação às informações e oportunidades que encontram. Isso gera maior engajamento e credibilidade.

Juntos esses fatores, se você precisar de outro recurso desse tipo, como uma caixa de papelão ondulado embalagens, por já ser uma empresa conhecida, há uma grande probabilidade de ser escolhido, assim como se for solicitada uma leitura.

Entenda a relação entre inbound e SEO.

Dito isso, o Inbound possui diversos pilares, sendo um deles as técnicas de SEO. Assim como todas as práticas utilizadas nos planos de marketing digital de uma empresa, é importante conhecer o real impacto de cada aspecto.

Para entender a importância do SEO, é interessante pegar o exemplo de um potencial cliente que deseja comprar um dispositivo de proteção contra surtos atmosféricos para sua empresa.

A visibilidade também é fundamental para o desenvolvimento de conteúdo inteligente para atrair, engajar e converter consumidores em potencial.

Dessa forma, a otimização oferecida pelas técnicas de SEO permite que os mecanismos de busca obtenham mais tráfego orgânico e de alta qualidade, ou seja, valioso para a marca.

Por exemplo, os resultados apresentados a um cliente em potencial podem ser de várias páginas, mas os primeiros e essencialmente os resultados mais destacados em uma busca por serviço de pavimentação asfáltica terão melhor acesso.

Essa é uma estratégia importante quando se observa o impacto dos mecanismos de busca na jornada de compra do cliente e o fato de esses recursos possuírem índices responsáveis ​​por indexar o conteúdo e identificar apenas código e texto.

Pode-se dizer que essas técnicas melhoram os lucros da empresa, principalmente na fase de atração. A capacidade de adaptar as táticas às especificidades de cada negócio é uma das grandes vantagens do marketing digital.

Os dados fornecidos estão sujeitos a uma série de otimizações para melhorar a experiência do usuário e a indexação dos buscadores, que complementam claramente o conteúdo desenvolvido para as plataformas e alcance da empresa.

Como são aplicadas as técnicas de SEO?

Existem alguns aspectos gerais do desenvolvimento de técnicas de SEO, como fatores de classificação do mecanismo de pesquisa, que são divididos em páginas e páginas.

Aspectos pertencentes ao primeiro grupo são regulamentados nas próprias páginas, como URL, qualidade e tamanho do conteúdo e otimização de imagem.

A URL amigável combina diversas práticas, como o uso de uma palavra-chave que corresponda ao termo utilizado pelo usuário na busca, objetividade, conexão com o título do conteúdo e facilidade de interpretação.

Esses problemas estão relacionados até mesmo à confiabilidade do relé. Por exemplo, se a pesquisa for baseada em uma caixa de hidrante e a URL não oferecer compatibilidade ou praticidade na interpretação, o usuário pode facilmente escolher outra opção.

Quando se trata de qualidade e quantidade de conteúdo, deve-se levar em consideração que os mecanismos de busca valorizam uma experiência positiva do usuário. Desta forma, materiais sem plágio, erros ortográficos e o mais completos possíveis são percebidos positivamente.

Conforme mencionado, os rastreadores detectam apenas textos e códigos, o que significa que é interessante atentar para fatores como texto alternativo e nome do arquivo para detectar uma imagem.

Por outro lado, os fatores fora da página incluem elementos externos, como engajamento em redes sociais e links para o site da empresa. A autoridade ganha grande alavancagem nesse cenário.

Em relação aos links, é importante que sejam relevantes ao tema. Provavelmente, neste caso, um link de uma página de porta de aço automática para loja é mais valioso do que plataformas com um tema completamente diferente.

Qual a importância dos KPIs?

Analisar resultados é um dos pontos principais do marketing digital e não é diferente do que vem do inbound marketing e mais especificamente das técnicas definidas como seus pilares.

Neste cenário, o termo KPI (Key Performance Indicator) refere-se aos pontos mais importantes para verificar a eficácia de cada estratégia utilizada. Pode ser associado a uma tecnologia específica ou seguir um determinado grupo de políticas.

Um KPI pode ser uma porcentagem ou um número. Um exemplo adequado neste contexto é analisar o número de páginas visitadas por um visitante durante seu período de uso.

Um potencial cliente pode procurar por cftv para condomínio e encontrar dicas e curiosidades sobre opções de embalagens personalizadas para restaurantes e pizzarias no blog da empresa.

O número de páginas por visita permite analisar a eficácia da plataforma e medir a taxa de rejeição imediata, que corresponde à percentagem de visitantes que não fazem nada no site e saem.

É muito comum confundir métricas e KPIs, mas é importante mencionar que são aspectos diferentes. Isso ocorre porque uma métrica pode se tornar um indicador-chave, dependendo se é relevante para a estratégia.

Principais KPIs para SEO e Inbound Marketing

Como os KPIs estão relacionados à capacidade de medir o desempenho das estratégias, a escolha de indicadores errados impedirá a execução correta desse processo, incluindo as alterações necessárias.

Em geral, os seguintes fatores são considerados na escolha exata do KPI:

  • Importância para a constituição da empresa;
  • Disponibilidade de análise;
  • Promoção de Eleições de Reclamações;
  • Possibilidade de medição contínua.

Para entender a diferença na escolha dos KPIs, é interessante observar os pontos frequentemente utilizados nas técnicas de SEO e uma visão geral dos indicadores de inbound marketing.

Em SEO, as métricas mais importantes estão relacionadas às palavras-chave diretamente relacionadas ao negócio (palavras-chave da marca), geração de leads, como percentual de novos pedidos, e tráfego, como crescimento orgânico do tráfego.

Claro que as opções de KPI comuns ao inbound marketing são mais extensas devido às técnicas utilizadas. Portanto, eles incluem aspectos como tráfego, custo por lead, receita total, referências e taxa de rejeição.

Para uma análise mais profunda das táticas e seus resultados, KPIs secundários como assinantes do blog, visitas, custo por visitante, conteúdo visitado, interações, etc. para a correlação de técnicas de SEO.

Habilitar a personalização é uma prática que ajuda o conteúdo desenvolvido a ir na direção certa e alcançar clientes em potencial no momento certo.

É claro que a forma como cada tipo de estratégia é implementada depende das metas, operações, orçamento e outros fatores relacionados da empresa. Esse é um aspecto que aumenta a necessidade de utilizar uma equipe de profissionais qualificados para evitar prejuízos no crescimento do inbound marketing.

Este texto foi desenvolvido originalmente pela equipe do Blog do Guia de Investimentos, onde você encontra centenas de conteúdos informativos em diversos segmentos.

Por que o e-commerce pode impulsionar o seu negócio?

by redator 0 Comments
Por que o e-commerce pode impulsionar o seu negócio?

O e-commerce é uma forma de fazer negócios que está crescendo nos dias de hoje. Com o tempo, menos pessoas têm medo de fazer compras online devido à conveniência e segurança de usar esse sistema, pois os consumidores usam certas práticas financeiras, como antecipação cartão de crédito, para manter seu dinheiro seguro.

Com isso, fica claro que o canal de vendas pela internet pode gerar muito lucro para a empresa. No entanto, vale a pena focar no conceito de e-commerce e em todas as questões relacionadas a essa forma de venda, como suas vantagens, como funciona, a distribuição dos produtos e as etapas necessárias para a montagem.

Então o que é e-commerce?

O termo “e-commerce” vem do inglês e pode ser traduzido para o português como “negócio eletrônico”, ou seja, Vendas online É uma forma de negócio baseada na realização de transações comerciais e financeiras por meio de plataformas e dispositivos eletrônicos, como tablets, computadores e smartphones. Além disso, todas as etapas para realizar uma compra são feitas pela própria internet, exceto a entrega do produto.

No entanto, vale a pena perceber que muitas pessoas usam o termo e-commerce de forma errada. O termo e-commerce é frequentemente usado para descrever, por exemplo, lojas virtuais, feiras, vendas online. Isso está errado, pois o nome da loja online só pode ser dado por uma plataforma virtual pertencente a uma empresa que traz apenas produtos próprios. Além disso, não há intermediários de vendas na loja online.

Tipos atuais de e-commerce

Existem duas formas principais de comércio eletrônico: comércio eletrônico B2B e B2C.

O e-commerce B2B (Business to Business ou “business to business” em português) é realizado por empresas cujos principais clientes são outras empresas. Portanto, essa forma de e-commerce está mais voltada para a venda de matéria-prima e/ou maquinário para outras empresas, embora seja capaz de vender também outros tipos de produtos.

Um exemplo disso é uma empresa que vende uma empresa de urnas funerarias para outras empresas. Além disso, vale ressaltar que devido ao maior volume de transações desta loja online, ela deve ter um sistema operacional mais completo e organizado.

Por exemplo, para um produto não classificado como maquinário ou matéria-prima, mas ainda vendido para outras empresas, empresa de produtos veganos. As lojas que vendem este produto mostram que o e-commerce B2B também pode ser bastante extenso.

Nesse sentido, uma loja online B2B deve ser capaz de lidar com pagamentos, cadastro e verificação de limite de crédito, tabela de preços, valor do frete e variações de impostos. Isso significa que fatores normalmente definidos apenas pelo vendedor devem ser considerados durante as negociações.

O comércio B2C (Business to Customer) empresas que vendem seus produtos diretamente ao consumidor final, bem como uma loja que vende esterilizador para laboratório individuais para os consumidores que utilizam o produto. Esse tipo de loja online possui diversos produtos à venda, como: roupas, móveis, remédios, alimentos, eletrônicos, serviços, etc.

 

Como funciona a loja online

Vale saber que a loja online, conforme mencionado anteriormente, é responsável pela implementação de dois processos principais totalmente virtuais: vendas e atendimento ao cliente. Graças a isso, uma empresa com uma loja online pode investir em estoque de produtos, financiamento e gestão de marketing. É importante ressaltar que as estratégias de marketing se aplicam a todos os tipos de produtos, desde brindes personalizados bloco de anotações até, por exemplo, bolsas.

Além disso, uma loja online deve, em primeiro lugar, ter uma página inicial onde os produtos são vendidos. Para isso, a loja deve ser capaz de criar uma boa plataforma online que funcione 2
horas por dia e sem problemas. Nesses casos, o investimento em hospedagem é mostrado, ou seja. uma empresa que paga para remover um site de comércio eletrônico armazenado em seus próprios servidores. Isso permite que esses sites sejam executados por um período ilimitado se o serviço for pago.

Por outro lado, as compras online tornam a gestão de vendas muito mais fácil e rápida. Por outro lado, a logística deve ser considerada muito mais do que nas lojas físicas. Nesse sentido, o processo de venda online ocorre da seguinte forma:

Primeiramente, o cliente acessa o site, seleciona o produto desejado e efetua o pagamento pelo site. Isso pode ser feito por boleto bancário ou cartão de débito ou cartão de crédito. Depois disso, a loja responsável aceita o pedido e envia o produto. O transporte pode ser feito por correio ou por acordo.

A escolha da forma de entrega é feita pela empresa responsável, que deve decidir sobre a melhor forma de transporte para seus produtos. É importante observar que o volume de produtos que podem ser entregues nos correios é limitado. Portanto, se a loja online da empresa vende itens muito grandes, como um forno para pizzaria a lenha, ela precisa de um contêiner de transporte especial.

 

Quais são os benefícios do e-commerce

O e-commerce não seria tão valorizado na economia global se não trouxesse grandes benefícios tanto para as empresas quanto para os consumidores. Por isso, destacam-se todas as vantagens que uma loja online pode trazer para um empreendedor:

  • Começar é fácil;
  • O investimento inicial é pequeno;
  • É possível fornecer informações adicionais sobre os produtos;
  • A loja online funciona a tempo inteiro;
  • Sua infraestrutura é menor;
  • A segurança não é cara;
  • Você pode criar um senso de urgência;
  • Um comerciante raramente está fora do mercado;
  • Há flexibilidade nas vendas;
  • As atualizações acontecem em tempo real;
  • O Serviço pode ser melhorado com a opinião de terceiros;
  • Outros canais virtuais são integrados;
  • O conteúdo é compartilhado;
  • O relacionamento com o cliente pode ser mais saudável;
  • Existem várias formas de efetuar um pagamento;
  • Há muitas oportunidades de vendas.

Uma das vantagens mais importantes do comércio eletrônico é que ele permite uma melhor divulgação de produtos e serviços na Internet. Isso só é possível com a ajuda de muitas ferramentas virtuais disponíveis e estratégias de marketing digital discutidas abaixo.

 

Usando técnicas de SEO no comércio eletrônico

SEO (Search Engine Optimization) corresponde aos fatores que os mecanismos de busca como Google e Bing avaliam quando você classifica o conteúdo e organiza a aparência quando uma pessoa pesquisa. Assim, o e-commerce pode ser mais visível nos buscadores se produzir conteúdo que seja considerado interessante ou relevante para os usuários.

Essas são estratégias de marketing de conteúdo que podem trazer mais exposição para sua loja virtual. Por exemplo, uma loja online que vende fábrica de rede de proteção antipássaros pode ganhar mais visibilidade na Internet se seu site oficial começar a criar conteúdo relacionado a coisas para proteção de pássaros.

O mesmo pode acontecer com uma empresa que produz caixas de papelão para embalagens. Nesse caso, o conteúdo desenvolvido no site de e-commerce é majoritariamente mais técnico, considerando que as caixa de papelão para Bebidas são vendidas para outras empresas. Esses produtos devem, portanto, ter uma descrição de seus produtos e dicas para criar embalagens interessantes, por exemplo,

À luz dos tópicos discutidos acima, parece que o comércio eletrônico é uma das formas de negócios que tem crescido a passos largos nos dias de hoje. Tudo isso reflete como a tecnologia e a internet estão se tornando parte da vida das pessoas, onde tudo pode ser feito de forma prática e rápida. No entanto, isso não significa que fazer e-commerce é fácil. Para que um negócio se destaque de seus concorrentes no mundo virtual, existem vários passos importantes que devem ser seguidos com determinação, propósito e estratégia.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Storytelling: como pode ajudar nos negócios?

by redator 0 Comments
Storytelling: como pode ajudar nos negócios?

O conceito de Storytelling (“story” significa história e “tell” significa contar, em inglês) é inspirado na criatividade dos roteiristas e autores do romance. Eles conseguem transmitir a mensagem de forma notável através de histórias. Para engajar um público, pode-se aprender a desenvolver a capacidade de contar uma história, de forma capaz de cativar as pessoas, seja pessoalmente ou por escrito.