A tradução juramentada para retirar cidadania

A tradução juramentada para retirar cidadania

O Brasil é um país que recebeu milhares de imigrantes ao longo dos anos, desde o descobrimento das terras brasileiras por Portugal, em 1500. A partir daí, estabeleceu-se um sistema relativamente organizado de exploração, com a vinda de portugueses que dominavam certas regiões do país, dividindo-o em capitanias hereditárias.

A imigração portuguesa foi, portanto, um movimento colonizador e povoador, pois contribuiu para a miscigenação dos povos.

Poucos anos mais tarde, a vinda dos povos africanos como escravos também contribuiu para imigração em terras brasileiras.

Apesar de retirados da sua terra natal, a África, eles contribuíram também para a miscigenação brasileira;. Por isso, é comum vermos traços de negros e indígenas em praticamente toda a população do Brasil.

Contudo, com a abolição da escravatura em 1888, houve a necessidade de trazer nova mão de obra para o trabalho.

Sendo assim, iniciou-se uma campanha para a vinda de imigrantes de toda a Europa, incluindo Itália, Alemanha, Holanda, Espanha, entre outros.

Não parou por aí: com o avanço das Grandes Guerras (Primeira e Segunda Guerra Mundial), outras pessoas passaram a viver no Brasil, como os japoneses.

Ou seja, a miscigenação é um dos principais aspectos da cultura do Brasil, diante de todos os períodos de imigração do país.

Por esse motivo, muitas pessoas têm direito à cidadania europeia, japonesa, ou de outros países, devido à sua descendência.

Hoje em dia, a aquisição da cidadania estrangeira é muito procurada pelos brasileiros, especialmente, os que desejam tentar a vida em outros países.

Como tirar uma cidadania estrangeira?

A chamada dupla cidadania é a condição específica de um cidadão que é titular de duas nacionalidades.

O procedimento é legalizado pela Constituição Federal Brasileira, sendo assim, os brasileiros têm direito a serem cidadãos de outros países, no entanto, é preciso seguir alguns pré-requisitos.

De maneira geral, para conquistar a cidadania em outros países, principalmente, na Europa, é necessário se enquadrar nas condições abaixo (ou em algumas delas):

  • Ter descendência familiar;
  • Ser casado com estrangeiro;
  • Considerar tempo de estadia na Europa.

Para conhecer os trâmites legais, é necessário avaliar as condições de cada país e reunir o maior número de documentos.

Além disso, recomenda-se realizar o serviço de tradução juramentada, que passa toda a documentação para outra língua, com reconhecimento do governo.

Normalmente, para o pedido de cidadania, são requisitados:

  • Certidão negativa de naturalização (CNN) emitida pelo Ministério da Justiça;
  • Certidão de nascimento do requerente;
  • Certidão de casamento;
  • Certidão de óbito;
  • Certidão de nascimento do descendente naturalizado.

Como funciona a tradução juramentada para a dupla cidadania no Brasil?

A tradução juramentada é algo muito importante ao solicitar a dupla cidadania.

Por esse motivo, é importante contratar boas empresas de tradução, verificando se elas fazem a tradução juramentada, que possui condições específicas.

Vale ressaltar que todos os documentos emitidos em outro idioma, que não seja o estrangeiro, devem ser traduzidos por um tradutor juramentado, com fé pública.

Isso vale para quase todos os países, incluindo a Itália, a Alemanha, a França e a Espanha.

Desse modo, para os descendentes de alemães, é recomendável contratar um tradutor alemão.

Assim, após a entrega de todos os documentos traduzidos e diante da aprovação da solicitação de cidadania, o indivíduo recebe o Certificado de Nacionalidade Alemã, ou Staatsangehörigkeitsausweis.

Assim, é possível emitir o passaporte e os documentos civis da Alemanha.

O mesmo vale para quem deseja cidadania francesa – é preciso contratar um tradutor frances portugues para a tradução juramentada de todos os documentos que serão entregues ao Consulado.

Os demais países da Europa também precisam ter tradução juramentada de seus documentos.

O contrário também é válido. Por exemplo, se uma empresa estrangeira quiser atuar no Brasil, ela deverá passar por um processo conhecido como “consularização dos documentos”.

Isso quer dizer que toda a documentação utilizada para a abertura da empresa deverá ser enviada à um Consulado brasileiro, para que seja registrada.

Os documentos precisam ser escritos em português. Desse modo, caso de uma empresa espanhola que quer começar um negócio no país, é indispensável a contratação de um tradutor espanhol para português.

O custo de uma nova cidadania não é tão barato. Os preços podem variar muito e incluem toda a montagem do processo de cidadania, as retificações dos documentos, a comprovação por selo conforme Apostila de Haia e, em conjunto, os custos envolvendo a tradução juramentada preço para dupla cidadania.

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>