Investir em riqueza ou prosperidade: 3 dicas de sucesso!

by redator 0 Comments
Investir em riqueza ou prosperidade: 3 dicas de sucesso!

Investir em riqueza ou prosperidade? Essas dicas podem ser essenciais para o seu sucesso. Nosso modelo econômico, focado principalmente em lucro e crescimento, coloca nosso ambiente e nosso sistema social sob pressão.

Hoje, o verdadeiro desafio não é mais a busca de crescimento, mas o desenvolvimento de um modelo justo e inclusivo que respeite os limites do planeta. 

Nessa transformação, o setor financeiro e os investidores têm um papel decisivo a desempenhar.

Por que ser mais rico em um planeta árido e em um mundo desprovido de solidariedade? Por que ser mais rico quando podemos ser mais prósperos? 

 

1 – Investir em riqueza ou prosperidade?

Prosperidade é a possibilidade de viver uma vida satisfatória em uma sociedade justa e dentro dos limites ecológicos do planeta. A visão de um doce sonhador? De maneira alguma.

 

Uma economia próspera cai dentro dos limites ecológicos do planeta

Em nossa economia, principalmente linear, é o lucro a curto prazo que é maximizado. Os produtos são projetados para se tornarem obsoletos rapidamente, os recursos são extraídos sem restrições, os resíduos se acumulam e a poluição aumenta.

Agora sabemos que essa abordagem é um impasse social, ambiental, mas também econômico.

Uma economia próspera deve levar em conta recursos limitados, ser mais colaborativa, funcional ou circular e fazer parte de uma visão de longo prazo. É sua única possibilidade de durar ao longo do tempo.

 

A prosperidade de todos beneficia a todos

O mundo nunca foi tão rico, nem… tão desigual. Uma economia rica não é invejável se apenas der uma chance a uma minoria. 

A prosperidade compartilhada pode ser acelerada pela redistribuição da riqueza material, mas também criando oportunidades idênticas para todos, em termos de educação, saúde, salários justos ou condições de trabalho decentes.

Aprenda mais sobre os segredos da prosperidade e conquiste seus objetivos.

 

2 – Qual é a diferença entre os ricos e os prósperos?

Muitas pessoas pensam que ser rico e ser próspero são a mesma coisa. Mas há uma diferença entre os dois: os ricos têm muito dinheiro, mas os ricos não se importam com o dinheiro.

Mesmo que os ricos tenham muito dinheiro, eles também podem ter muitas despesas. 

Eles também podem ter empregos bem remunerados, mas precisam levantar todos os dias para trabalhar e temem ser demitidos.

As mulheres de sucesso, por outro lado, não têm essas preocupações. Por quê? Qual é a diferença ?

Por isso, acho interessante o que os entrevistados consideram rico. Com exceção dos dois primeiros, que envolviam mais tempo livre, eles eram sobre responsabilidades, como refeições em restaurantes, etc.

Isso significa que a maioria das pessoas não entende o que significa ser verdadeiramente rico. 

Na prática, a maioria das pessoas confunde os ricos com riqueza, ou seja, eles possuem muito dinheiro para gastar, porém nenhuma independência financeira real.

 

A definição de riqueza

A definição de riqueza é o número de dias em que você pode sobreviver sem trabalhar fisicamente (ou qualquer pessoa em sua casa trabalhando fisicamente) e mantendo seu padrão de vida. 

É tão simples. Não é o que você pode comprar: é sua capacidade de sustentar sua existência sem trabalhar.

A riqueza é medida no tempo, e não em reais.

 

3 – A distinção entre ser rico e ser próspero

Existe uma dissemelhança entre ser rico e ser próspero. Você pode ser rico sem ser próspero, por exemplo. 

Para ter sucesso, nosso objetivo é aumentar seus negócios e investimentos a ponto de cobrir todos os seus custos com fluxo de caixa a cada mês, sem que você precise trabalhar.

Além disso, você pode investir em outros ativos, como imóveis e commodities, para aumentar seu fluxo de caixa.

É quando a renda passiva de suas atividades e ativos excede suas despesas. Neste ponto, você é próspero, não apenas rico.

 

Não é o que você faz…

Como o estudo indicou, a maioria das pessoas acredita que alcançar a riqueza requer economia e investimento. E embora seja uma maneira de ficar rico, é apenas uma parte da equação.

No final, não é quanto dinheiro você ganha, mas quanto dinheiro você mantém e por quanto tempo você preserva esse dinheiro.

Todos os dias, eu encontro muitas pessoas que ganham muito dinheiro, mas todo o dinheiro sai da coluna de gastos. Sempre que ganham um pouco mais de dinheiro, fazem suas compras.

Eles costumam gastar comprando uma residência maior ou um carro zero, o que resulta em dívidas de longo prazo e trabalho mais difícil. Nada é deixado na coluna do ativo. 

É esse tipo de comportamento que separa os ricos dos prósperos.

Eu gosto das coisas bonitas da vida como todo mundo; a diferença é que não preciso trabalhar para comprá-los ou ter dívidas profundas. 

Em vez disso, passei o tempo necessário para ser engenhoso com meu dinheiro, trabalhei arduamente para construir um negócio e investimentos que forneciam capital suficiente todos os meses para cobrir minhas despesas.

Isso tudo incluindo minhas responsabilidades divertidas, como carros e casas.

Por isso, eu não trabalho pelo meu dinheiro. É o dinheiro que trabalha para mim.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Michael Kors Outlet, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>